21.1.09

Boa leitura (15) - O mundo desde o início, segundo Qfwfq

As “cosmicômicas” do personagem de nome impronunciável
de Italo Calvino

A imaginação parece não ter limites quando se trata do grande escritor italiano Italo Calvino (1923-1985). A vontade de inovar também. Pois com este “Todas as Cosmicômicas”, o autor do delicioso “Se um Viajante Numa Noite de Inverno” mergulha o leitor num mundo fantástico, ou melhor, na “realidade” do princípio do universo.

Inspirado em pesquisas científicas, ele nos conta, pela voz de seu personagem de nome impronunciável, Qfwfq, de bilhões de anos, nascido antes do big bang, como chegamos ao atual estado de civilização, fazendo, com muito humor, uma crítica à condição humana.

Acompanhamos os personagens numa visita à Lua — que alcançam usando escada — para extrair leite de sua crosta; ou comprimidos num ponto antes da criação do universo; ou num jogo com átomos.

A obra reúne “As Cosmicômicas” (1965), que aqui saiu pela Companhia das Letras em 1992, “T=0” (1967) e os “contos dedutivos”, em que o narrador desenvolve uma espécie de raciocínio obsessivo e labiríntico para suas idéias.

Em 1964, em carta a Giambattista Vicari, diretor da revista “Il Caffè”, Calvino fala da vontade de estrear esse experimento narrativo numa edição dedicada a ele: “Será uma coisa nova e divertida, espero.” Não há dúvida.

“Todas as Cosmicômicas”- Italo Calvino - Companhia das Letras, 368 págs., R$ 46,00

Publicado no caderno "EU&Fim de Semana" do jornal "Valor" em 8/6/2007

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home