29.11.06

Os leitores existem mesmo

Quem é jornalista (como eu) sabe que quem está do outro lado do texto é o leitor. É para ele que escrevemos. É com ele que nos preocupamos. Sempre.
Quem se arrisca a ser poeta (como eu) duvida, quase sempre, que possa haver alguém do outro lado do texto. E esse leitor para quem escrevemos é praticamente fictício, mais um sonho, apenas. Mas existe.
Fico surpresa de às vezes achar alguns poemas meus em blogs de pessoas que nem conheço, no Brasil e em Portugal, principalmente. Além de quem se deu o trabalho de divulgar graciosamente meus poemas (em geral retirados do sites de conhecidos meus ou da minha página na internet, cujo link está na coluna à direita), há os comentários dos leitores, que também nem posso imaginar quem sejam e, sem saber, alimentam aos poucos a esperança de que minhas palavras não sejam em vão e possam alcançar outras sensibilidades. Pelo menos as que vivem na mesma "freqüência" que eu.
Isso tem a doçura de um afago.
Relaciono, aqui, alguns desses blogs. O primeiro é minha "descoberta" de hoje:
http://barcosflores.blogspot.com/2006/11/do-falar-poesia-57.html,
http://stylos13.zip.net/arch2006-06-25_2006-07-01.html,
http://stylos13.zip.net/arch2006-07-09_2006-07-15.html,
http://beatrizgalvao.wordpress.com/2006/10/10/decima-estacao/#comments,
http://isla_negra.zoomblog.com/archivo/2006/06/22/
http://fotolog.terra.com.br/talisandrade:493.

2 Comments:

At 10/12/06 18:54, Blogger Beatriz Galvão disse...

Que doce surpresa receber, em meu sítio, a visita de uma escritora com quem tanto me identifico...
Mais doce, ainda, é vir aqui e me deparar com um link ao meu recanto!

Beijo admirado.
E, sim, os leitores existem mesmo...

Beatriz Galvão

 
At 1/1/07 12:04, Blogger buliversando disse...

Eu tbm acredito que sempre tem um pra ler, eu cheguei aqui meio sorrateira, de canto, que vi de link em outro blog,mas deixo aqui um rastro que passei.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home