4.10.08

Boa leitura (7) Os finos contos de Gonçalo M. Tavares


O criativo escritor português tem mais dois livros lançados no Brasil, “Histórias Falsas” e “O Senhor Walser”

Humor fino e elegância narrativa marcam as nove “Histórias Falsas”, do jovem escritor português Gonçalo M. Tavares, ganhador do Prêmio Portugal Telecom de 2007. O autor, que figura entre as revelações da literatura contemporânea, já tem vários livros publicados no Brasil e é conhecido aqui pela curiosa coleção “O Bairro”, que acaba de ganhar novo volume, “O Senhor Walser”.

Em “Histórias Falsas”, Tavares parte de episódios envolvendo filósofos — como Platão, Empédocles, Maquiavel, Montaigne — para compor narrativas em que a separação entre realidade e ficção é para lá de sutil. “Quando as escrevi, o que me interessava era, em primeiro lugar, exercer um ligeiro desvio do olhar em relação à linha central da história da filosofia; por outro lado, tinha curiosidade em perceber o modo como a ficção se pode encostar suavemente a um fragmento da verdade até a um ponto em que tudo se mistura e se torna uniforme”, escreve, ao apresentar o livro.

Essa mescla de verdade e ficção também dá o tom a “O Senhor Walser”, novo morador do “bairro” criado por Tavares, onde convivem vários intelectuais ilustres, como Bertolt Brecht e Italo Calvino, que já ganharam uma noveleta do engenhoso colega. Agora, ele se inspira no tímido e recluso escritor suíço Robert Walser (“O Ajudante”), uma das maiores influências de Franz Kakfa, para compor um personagem cativante e um tanto excêntrico — aliás, o único por enquanto a viver no meio da floresta, afastado do centro desse bairro de escritores e artistas.

“Histórias Falsas” e “O Senhor Walser” - Gonçalo M. Tavares - Casa da Palavra, 80 págs. e 53 págs., R$ 24 e R$ 21

Publicado no caderno "EU&Fim de Semana" do jornal "Valor" em 12/9/2008

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home